segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Destinos traçados na maternidade


Às vezes me faltam palavras pra te dizer o que tá na cara e você não vê
E se um dia eu te olhar firme não reparas em mim, só continue me encarando
Se sorrir pra mim, vai ser lindo, Será pleno, totalmente pleno
Saudade de um ser que nem sei se conheço, se talvez o conheci de verdade
Em risos e risadas entre tristezas e felicidades eu vou seguindo, por quê?
Como diriam Baden Powell e Vinicius de Moraes:
 “Ninguém tem nada de bom sem sofrer” Formosa

9 comentários:

  1. Show de Bola!! cada dia melhor com novas reflexões!
    parabéns

    ResponderExcluir
  2. Texto bonito, e essa frase é sensacional!!

    ResponderExcluir
  3. Nunca lhe faltam palavras. Você sabe como usá-las. Coisa de quem escolheu a profissão certa. O talento aflora aos poucos, mas o seu já chegou. Muito bem!

    ResponderExcluir
  4. PARABÉNS YRI, CADA VEZ MELHOR!! TA INCRÍVEL, MUITO, MUITO BOM!!!! ASS: HUGO

    ResponderExcluir